Como contratar uma agência?

Confira dicas sobre como contratar uma agência analisando trabalhos, coletando opiniões, entre outros, e tenha uma ideia de quanto custa.

Agora que você se decidiu entre contratar um freelancer ou uma agência e optou em contratar uma agência, a dúvida mais óbvia é: Como contratar uma agência? Apesar de parecer uma tarefa simples, demanda uma análise minuciosa – não é por acaso que grandes empresas fazem concorrência entre 3 agências, por exemplo, para definir quem irá ficar com o projeto. Afinal, se você optou por uma agência é porque o trabalho é importante, então a escolha deverá valer a pena.

» Siga-me no twitter e assine a newsletter para ler mais novidades!

Onde encontrar uma agência?

binóculos

A busca quase sempre vem no meio de uma tempestade, mas nunca deve ser feita as pressas. (foto: SXC)

Em uma simples busca no google você encontrará uma centena de agências de todos os tipos. Além disso, você pode navegar nos seus sites favoritos e buscar pela assinatura de uma agência no rodapé dos mesmos. Por fim, há também a indicação de amigos e conhecidos, além de profissionais que trabalham ou trabalharam na mesma – o que é meio suspeito, a não ser que você conheça essas pessoas, afinal, elas podem estar apenas vendendo o peixe.

Independente do meio que você usou para encontrar uma agência, leve os seguintes pontos em consideração:

Como escolher uma agência?

teclado - mão

Fica ainda mais difícil quando todas são muito parecidas. (foto: SXC)

  • O portfolio da mesma lhe agrada? Não se esqueça de olhar a descrição dos trabalhos, pois em alguns casos pode haver a mão de outras agências ou de até mesmo freelancers nos mesmos. Por exemplo, a agência pode ter cuidado só de uma parte do trabalho, enquanto outra agência ou profissional fez a maior parte;
  • Veja a lista de clientes que a agência atende e busque entender o que ela faz para cada um. É importante analisar onde a agência mais atua, além da qualidade do trabalho.
  • Por falar em qualidade de trabalho, ao analisar os dois itens acima, não se esqueça da lista de dúvidas e observações que você fez ao ler o comecinho do post sobre agências e freelancers (a leitura desse post é obrigatória antes de prosseguir com este aqui);
  • Depoimentos de clientes no site da agência não são tão confiáveis quanto depoimentos feitos pessoalmente ou em público, pelo menos eu penso assim. Faça uma busca no google e nas mídias sociais (recomendo a ferramenta Social Mention) pelo nome da agência e veja o que estão falando sobre a mesma. Olha, provavelmente você vai encontrar algum profissional da agência bêbado em uma foto no Facebook, mas isso não deve ser levado como critério de avaliação para se contratar uma agência, é claro – a vida pessoal não tem nada a ver com a vida profissional, e agências costumam ser informais, o que não é um sinônimo de “não-profissionalismo”;
  • Mesmo que essa agência tenha sido recomendada por um colega ou amigo, faça a análise. Colete outras opiniões e tenha a sua própria opinião;
  • Se você encontrou essa agência através dos sites que você acessa, experimente entrar em contato com os donos dos sites para pedir opiniões;
  • Por fim, uma reunião presencial pode ajudar a aumentar a confiança, além de te ajudar a conhecer melhor a agência e os profissionais da mesma.

Analisando trabalhos anteriores

Reforçando: Preste bastante atenção na descrição dos projetos ao olhar o portfolio de uma agência para saber qual foi o papel dela em cada projeto. Assim você não corre o risco de achar um projeto “bonitinho” sem saber que na verdade foi outra agência que fez a parte visual daquele projeto, deixando a parte da funcionalidade, impressão ou outra tarefa para a agência em questão.

É claro, não se esqueça de navegar pelo site da agência em busca de descrições sobre a prestação de serviços da mesma, além da missão, visão e valores. Antes de contratar uma agência, saiba o que, por que e como ela faz.

Analisando opiniões

Reforço também a parte de coleta de opiniões de outros clientes. É claro, uma agência costuma ter clientes grandes, então pode ser difícil entrar em contato com um desses clientes para pedir opiniões sobre a mesma. De qualquer forma, sugiro as seguintes perguntas:

  • A agência cumpriu os prazos?
  • O atendimento foi bom?
  • A agência participou do projeto dando sugestões ou só executou o que foi pedido?
  • De um modo geral, que nota você daria para a agência?

Quanto custa?

cálculos - quanto custa contratar uma agência

Quais são os gastos ao contratar uma agência? (foto: SXC)

Nunca pergunte o preço do projeto para outro cliente. Uma agência faz “serviços sob medida”, logo o seu projeto poderá ter uma “medida” diferente que o do outro cliente. Os preços variam muito, é difícil estipular uma média. Além disso, é deselegante chegar em outra empresa e perguntar quanto ela gastou com tal serviço, não é?

Uma coisa é certa: Uma agência cobra mais caro que um profissional freelancer, e isso se justifica por conta da estrutura (a grosso modo, enquanto um freelancer é um profissional só, uma agência é uma equipe completa).

Leia: Quanto custa um site?

Concorrência digital

Gostou de mais de uma agência? Confira o site da APADi sobre Concorrência Digital e informe-se melhor sobre como fazer uma concorrência. A página conta com um documento bem detalhado sobre o assunto.

Como contratar uma agência?

time

Uma agência é um time completo jogando ao seu favor, fato. (foto: SXC)

Seguindo os passos acima, não tem erro. É claro, os riscos sempre irão existir, essas dicas não são para “fazer tudo dar certo” – mas certamente é um bom caminho a se seguir ao se contratar uma agência.

Apostar em agências muito novas pode ser arriscado, assim como trabalhar com agências muito conhecidas pode sair bem caro. Lembrando que suas necessidades devem estar sempre acima do preço, afinal, o barato pode sair caro sim – ainda mais se tratando de uma agência, onde na maioria das vezes o barato ainda pode ser considerado caro. Outra coisa importante a ressaltar é que cada um tem seu preço e isso é indiscutível, portanto, “barato” e “caro” são apenas palavras quando o assunto é serviço personalizado. Até porque a partir do momento que você investe em uma agência, você vai ter o investimento de volta em breve.

Para maiores informações, confira o Manual de serviços digitais da APADi. E se você caiu aqui procurando por uma agência, logo logo tem novidade por aí: Andale!

Concorda, discorda ou tem algo a adicionar? Fique à vontade!