Cuidados com promoções e concursos no Facebook e Twitter

Sorteio, promoção, concurso cultural... O que pode e o que não pode nas mídias mídias sociais como Twitter e Facebook sem correr riscos?

[ ATUALIZADO! 25/07/2013 ]

Eu trabalho tanto com web quanto com publicidade, e mídias sociais, de certa forma, é a junção das duas áreas com um toque de marketing (é claro que vai muito além disso, mas sejamos simples). Em todas as vezes em que precisei elaborar uma ação envolvendo concurso ou promoção no Twitter ou no Facebook, surgiu uma dor de cabeça: O que pode e o que não pode?

Mas não para por aí: depois surge uma nova dor de cabeça, que é explicar para o cliente o por que de tal ação não poder ser feita nas redes sociais e que há o risco de um banimento nas mesmas ou um prejuízo que pode ser bem grande e não se limita apenas em dinheiro, mas credibilidade, proibições e desgastes. “Mas nosso concorrente faz desta forma, por que não podemos fazer também?!”

Distribuir prêmios pode ser uma excelente ideia para engajar os consumidores, mas a realização de promoções e concursos exigem alguns cuidados. (confira o infográfico em seguida)

» Siga-me no twitter e assine a newsletter para ler mais novidades!

Uma simples promoção ou concurso vai muito além de se responsabilizar em enviar um produto em bons estados ao vencedor, por exemplo. Vai além de usar um sistema preciso de votação para que não haja nenhuma injustiça. Aliás, a palavra “injustiça” dá a deixa para onde eu quero chegar: Há leis sobre questões jurídicas em campanhas de publicidade, o que infelizmente não é tão fácil de (ou completo o bastante para) ser consultado. Portanto, por mais simples que o concurso ou promoção seja e por mais que você esteja por dentro das Guidelines do Facebook ou Guidelines do Twitter, é sempre bom ter um departamento jurídico por perto.

Promoções nas redes sociais: Dicas para não cair numa fria

A BRR Soluções Jurídicas lançou um infográfico bem simples e descomplicado com um resumão das partes jurídicas e das guidelines do Twitter e do Facebook. O conteúdo está logo abaixo, e a informação DEVE ser compartilhada – é importante ressaltar: Um profissional especializado deve ser consultado para analisar os casos concretos, pois existem muitos outros fatores que não estão previstos no documento. Aqui você encontra mais detalhes.

infografico

E aí, dúvidas? Consulte um profissional!

Mais infográficos!