Quanto custa um layout para blog?

O preço de um layout para blog pode variar. Mas você sabe como é feito um blog? Vamos justificar os preços e estimarmos quanto custa um layout!

É essa a pergunta que eu mais ouço (ou leio, no caso). Quanto custa um layout / tema para WordPress? Não foi por acaso que eu criei um formulário de orçamento, afinal, uma coisa é certa: blog A é diferente do blog B, que é diferente do blog C e por aí vai. O que eu quero dizer é que não há uma média de preço, um orçamento sempre precisa ser feito.

Bom, até aí tudo bem. Mas… é caro?

» Siga-me no twitter e assine a newsletter para ler mais novidades!

dinheiro - quanto custa um layout?

O preço é mesmo o foco? Mas e a qualidade? (crédito)

Que cada um tem seu preço é fato, até porque cada web designer tem seu próprio processo de trabalho e seu diferencial (isso quando você não está contratando um sobrinho). Infelizmente o que muita gente que quer um layout para blog faz é optar pelo preço, e não pela qualidade, pelo novo, pelo diferencial.

E daí que você não ganha nada com seu blog e que ele é só um hobby para você? Um hobby é algo que merece o melhor investimento possível, independente do que ele seja. Um hobby te motiva, te desestressa, te diverte. Não há nada de errado ter um hobby, há? Por que não ter um hobby SENSACIONAL, então?

O meu hobby, por exemplo, é beber cerveja. Eu não dispenso uma Guinness mesmo a R$16, e não é porque eu transbordo dinheiro – quem dera -, e sim porque eu trabalho a semana inteira, o ano inteiro, a vida inteira… e mereço uma recompensa. Não que eu esteja comparando cerveja com blogs, só estou exemplificando a importância de um hobby bem valorizado.

Mas não fujamos do assunto. Afinal, quanto custa um blog? Acredito que você está fazendo essa pergunta cedo demais. Antes, responda para mim: Você sabe como é feito um blog?

www

Infelizmente ele não vem pronto e com manual de instruções. (crédito)

Muita gente acha que um blog pode ficar pronto em duas horas (algumas pessoas já até me perguntaram se eu cobro pelo meu trabalho). Vou explicar passo-a-passo como é o meu processo de trabalho, assim, caso você não faça ideia de como é feito um blog, vai poder ter uma noção mais exata de “caro” e “barato” na hora de um orçamento, por exemplo.

O briefing de um blog

Bom, precisamos saber o que exatamente o cliente quer, detalhadamente. Não só para o orçamento, mas principalmente para o desenvolvimento do projeto.

O nosso papel não é apenas pegar o que está escrito e colocar em prática. Um web designer deve ser criativo e participativo, dando sugestões, apresentando novas soluções e tudo mais sempre que possível. Uma discussão sobre o projeto deve ser feita até que o briefing seja compreendido e tudo esteja certo para o início da produção. Muitas vezes uma pesquisa mais elaborada precisa ser feita antes de mais nada.

Pesquisando blogs

O que rola nos blogs concorrentes ou parceiros com conteúdo semelhante ao seu? O que todos tem em comum e o que cada um tem de diferente? O que pode ser um diferencial? Dúvidas, dúvidas e mais dúvidas. Quanto mais perguntas, melhor. Perguntas relevantes, é claro.

Parece simples, mas uma pesquisa pode demorar horas.

Logo

» Leia: Como fazer um logo

Logos são complicados. O artigo linkado acima explica bem seu processo de criação, vale a pena ler.

Resumidamente: Mais pesquisa, muitos rascunhos, muita discussão, muitas horas… até chegar lá. Não é só escolher a Helvetica e um Webding (ou desenhar um personagem da Nickelodeon), o briefing e a pesquisa são essenciais aqui. Muitas vezes o logo é o trabalho mais demorado do projeto.

Layout

Mesmo processo: Pesquisa, rascunhos, discussão, horas… e por aí vai. E sempre pensando já em como aquilo tudo vai funcionar no browser, afinal, não se trata só de design.

Se o briefing não foi claro lá no começo, nem preciso dizer que tudo pode atrasar e ficar mais complicado, né? Por isso é muito importante dizer o que exatamente se tem em mente antes de mais nada. Se algo for deixado pra ser discutido apenas quando a produção está em andamento, se for necessário o web designer pode cobrar isso por fora. Afinal, são mais horas gastas e mais trabalho a se fazer, isso não foi calculado na hora do orçamento.

E se depois de todas as tentativas você não ficou satisfeito com o trabalho dele e quiser desistir, ele deve calcular um preço pelo trabalho já feito. Afinal, por mais que você não queira o trabalho, você o contratou e ele trabalhou no seu projeto, não seria justo que ele não ganhasse pelo que fez.

Codificação, Programação e Configuração

Quando a coisa começa a funcionar. CSS, HTML, programação, plugins, ferramentas etc. Aqui é quando o web designer “desaparece” e só volta quando tudo estiver funcionando. Pode demorar bastante, afinal, “cada blog tem seu DNA”.

E tem mais…

Debugação

Eu dou suporte para 10 browsers: IE 7, IE 8, FF 2, FF 3, FF 3.5+, Safari 3, Safari 4, Opera 9, Opera 10 e Google Chrome. Há algumas diferenças gritantes entre esses browsers, e por mais que alguns sejam pouco usados, eu não os ignoro. Cada um escolhe o browser que quiser, não é justo dar preferência só para a maioria. E se a minoria for o público mais fiel? E nem que seja o mais fiel, a minoria ainda é público.

Ajustes finais e… layout pronto!

Um ajuste ou outro sempre é feito – mas nada gritante. Se é algo que vá muito além do combinado no começo, o web designer deve fazer um novo orçamento. Afinal, repito: são mais horas gastas e mais trabalho a se fazer, isso não foi calculado na hora do orçamento. Por mais que o trabalho pareça simples, você deve confiar em quem você contratou, não é mesmo? Muitas coisas parecem ser muito simples de serem feitas, sim. Mas e o planejamento? Como chegar até aquilo? Quais ferramentas usar? Por que fazer? Pra quem aquilo vai ser direcionado? Por que essas pessoas vão gostar? Como vai funcionar?

planta

O cérebro não é a enchada. É o terreno. (crédito)

Por que ter um blog, afinal?

E aí?! É um hobby, uma profissão…? Pra que ter um blog? Por que contratar alguém para fazer o layout e sua implementação? Antes de saber se o preço vai valer a pena, você precisa saber se o blog vai valer a pena. Questione-se. E se você achar o preço muito alto, pense no investimento que você está fazendo. Se for um hobby: A sua qualidade de vida tem preço? Se for uma profissão: Esse dinheiro não vai acabar voltando?

Mas… quanto custa um layout?

Cada caso é um caso. Sendo assim, depois de analisar todas as etapas acima, um orçamento deverá ser feito baseado no trabalho que será feito. Não há uma média de preços, nem um mínimo ou máximo. E vale reforçar que um layout não é só design, também é acessibilidade, usabilidade, identidade visual, SEO e muito mais, além de não ter “data de validade” – ele dura pra sempre e pode te trazer lucros (sim, blog dá dinheiro!).

Por fim, uma coisa é certa: profissional tem que se valorizar. Já vi muitos casos de “sobrinhos” que pegam layouts prontos gratuitos na internet, fazem uns ajustes e vendem para o cliente. Já vi preços absurdos, sendo eles altos demais ou baixos demais. Já vi de tudo. Web Design precisa ser levado a sério, tanto pelos profissionais quanto pelos clientes. O mercado na internet está crescendo cada vez mais e não estamos mais na era do HPG, Kit.Net e Geocities.

Aliás, que saudade!