Review – Macbook Air: Vale a pena?

Vale a pena comprar um Macbook Air? É possível utilizar programas do pacote adobe, como Photoshop, nele? E o uso diário? Confira minha opinião!

Quando decidi comprar um Macbook Air, fiquei com diversas dúvidas sobre produtividade – afinal, a configuração desse computador é bem básica e parecia impossível utilizá-lo para trabalho. Depois de ler algumas opiniões, acabei arriscando e não me arrependi.

» Siga-me no twitter e assine a newsletter para ler mais novidades!

macbook air

Macbook Air: análise, configuração, dicas e recomendações

Meu Macbook Air: Configuração

O modelo é o Early 2014 de 11 polegadas, com processador 1.4 GHz Intel Core i5, 4GB de RAM, 128GB de SSD e placa de vídeo Intel HD Graphics 5000 (1536 MB) – Sistema operacional OSX Yosemite. O computador tem 2 entradas USB 3.0, 1 entrada Thunderbolt e 1 entrada para fones de ouvido.

Macbook Air no trabalho

Eu sou Web Designer e Desenvolvedor Front-End. Trabalho com o pacote Adobe, principalmente Photoshop, Illustrator e Flash (não julgue!) – já usei os três programas abertos ao mesmo tempo e não tive nenhum problema (o Illustrator exigiu bastante da ventoinha do Air – na verdade eu só lembro que ela existe quando utilizo o programa, porque de resto é tudo muito silencioso). Também utilizo o Sublime Text e outros programas mais leves que nem precisam ser citados na análise.

Eventualmente deixo várias abas abertas no Firefox enquanto utilizo alguns dos programas supracitados. O único “gargalo” que percebo é quando mantenho muitas abas do Gmail abertas, ele costuma travar o navegador algumas vezes – mas acredito que não tenha nada a ver com a máquina em si.

Minha principal preocupação quando comprei o Macbook Air era justamente a pouca memória RAM – quem trabalha diariamente com Photoshop costuma sofrer com isso. Porém, com 2 meses de trabalho eu aposentei um iMac de 12GB de RAM, porque o Air não só dá conta do recado como melhorou minha produtividade mesmo tendo uma configuração inferior.

Macbook Air no dia-a-dia

É um computador que mal pesa 1KG, é extremamente fino e é do tamanho de um caderno. Por diversas vezes, ao sair de casa, eu chequei novamente minha mochila pra ver se o Macbook Air realmente estava lá.

Aposentei de vez meu tablet e também comecei a assistir mais séries, além de transportá-lo em viagens e em cursos. Não é o primeiro notebook que tenho, mas é o que mais utilizo no dia-a-dia, de longe.

A duração da bateria também é algo sensacional – já fiz até 7h trabalhando. Pra outras atividades não cheguei a calcular, mas além de durar bastante tempo, a bateria carrega muito rápido.

A configuração ideal

Hoje só sinto falta de mais espaço, já que 128GB vão embora rapidinho e nem sempre é viável utilizar um hd externo – o modelo de 256GB de espaço, a meu ver, é ideal.

A Apple não oferece processadores muito potentes para essa linha de computadores, mas não é preciso (até porque se você precisa de um processador mais potente, você provavelmente precisará que o resto do conjunto também seja superior – aí o recomendável é um Macbook Pro). E como eu queria mobilidade, acertei ao pegar o modelo de 11 polegadas, já que o de 13″ é maior e mais pesado – e o tamanho da tela pra mim não faz diferença, já que trabalho com monitor externo e para outras atividades do dia-a-dia a resolução 1366×768 é o suficiente).

Vale lembrar que não é possível fazer upgrades manuais depois da compra – a RAM é soldada, mas aparentemente é possível trocar o SSD (flash memory). Mas eu sempre tenho a impressão de que tudo da Apple funciona melhor quando as peças são de fábrica, então…

Acessórios recomendados

Como disse acima, é possível utilizar o Macbook Air para trabalho tranquilamente. Então recomendo um monitor – os da Dell oferecem ótimo custo-benefício, mas não recomendo comprar um monitor 4K porque para isso é preciso um processador melhor – preferencialmente com entrada Thunderbolt, DisplayPort / Mini DisplayPort ou HDMI. Tenha também um cabo de Mini DisplayPort para HDMI, assim você vai poder ligar o Macbook Air em sua TV, além de seu monitor.

Eu também utilizo o Teclado Bluetooth e o Magic Mouse, ambos da Apple, para trabalhar. Por fim, um HD externo é recomendável, principalmente para backup e pelo pouco espaço.

Dica de ouro: se você for utilizar dispositivos bluetooth, opte por um roteador de 5GHz – ou um dual band. Se você utilizar um roteador 2.4GHz, irá sentir uma queda enorme na velocidade de sua conexão – até comprar um roteador novo, eu tinha que usar o Air com o bluetooth desligado, senão era impossível navegar na internet (com uma conexão de 20 MB, a velocidade caia para menos de 2 MB). Pelo que li por aí, todos os computadores novos da Apple estão com esse “problema” do bluetooth x conexão wifi (a Apple quer priorizar a frequência 5GHz).

Macbook Air: Vale a pena?

macbook air vale a pena

Macbook Air: Vale a pena?

Meu Macbook Air aposentou um iMac de configuração muito superior. Acho que não preciso dizer muita coisa além disso.

Essa coisa de que “quanto mais RAM, melhor” virou mito pra mim. O SSD faz toda a diferença, e a não ser que você realmente precise de uma configuração superior porque trabalha com vídeos ou arquivos mais pesados, por exemplo, o Air é um investimento que vale e muito a pena.

Se tiver alguma dúvida, deixe seu comentário! Quero deixar esse post o mais completo possível, porque o que me ajudou a optar por um Macbook Air foram justamente opiniões de usuários. Então, se você já tem um Air, aproveite pra deixar sua opinião também!

Mais informações e créditos das imagens: Apple – Macbook Air.